Siga o Blog Aqui

domingo, 5 de março de 2017

Após a Maternidade

Tudo mudou Após a Maternidade...



Sou artesã e trabalho com crochê para bebê há 4 anos.
Tenho dois filhos Sarah, minha mais velha, e Kauê meu casula.
Apaixonada pelas artes manuais e pelo universo materno.

Quando Sarah nasceu eu não fazia ideia de como seria a maternidade em minha vida.
Ainda gravida fiz muitas pesquisas sobre partos de todos os tipos, para ter certeza de qual sera o ideal para mim e de como seria a recuperação no pós parto. Mas nenhuma pesquisa foi feita sobre os primeiros dias de vida e a intensidade que seria ter um bebê na família.

Foi tudo muito intenso e dolorido, após o nascimento dela, eram cólicas intermináveis, muitas, muitas noites de sono perdidas, estava longe da minha família, e muitas incertezas surgiram sobre tudo na minha vida.

Após todas a parte de cólicas e adaptação eu já não tinha mais certeza de voltar ao mercado de trabalho. Não queria de forma nenhuma perder os momentos mais importantes da vida dela, como as primeiras palavras e os primeiros passinhos.

Foi então que decidi não mais voltar a trabalhar fora de casa, e com essa decisão vieram muitos dedos apontados e julgamentos (que até hoje me perseguem), mas que hoje não fazem a menor diferença em minha vida.

Passaram-se 3 anos e decidimos ter outros filho. E tudo foi muito mais tranquilo (em relação aos primeiros dias dele) cólicas e noites de sono perdidas já não me tiravam mais o chão pois já tinha uma noção de como tudo seria e isso me deixou com uma segurança inabalável em relação a meus filhos e de como seria a criação deles.
Quando Kauê fez 6 meses senti um enorme necessidade de me olhar, de me ver como mulher além mãe e de artesã, depois de tantos altos e baixos eu não me encontrava mais.

Nesse momento parei para refletir sobre quem eu era antes de ser mãe e quem me tornei agora...
Não conseguia me achar, não me lembrava quem eu era e isso me frustrava demais.
Depois de alguma tempo descobri que isso não era um problema, que era na verdade minha "liberdade" e que a partir de agora posso ser quem eu quiser, sem rótulos do passado e sem me preocupar com o que vão falar.

A maternidade mexe tanto comigo a ponto de eu não me enxergar mais saindo de casa para exercer alguma profissão lá fora. Amo ser mãe em tempo integral, estar com eles e ver cada evolução diária, cada aprendizado novo, isso tudo realmente não tem preço.

-> Após a Maternidade tudo mudou e assim tudo começou a fazer sentido!

É nesse momento que o crochê ganha muito mais força em minha vida, continuarei trabalhando e me aprimorando enquanto isso tudo fizer sentido para minha vida!
É o crochê que me permite estar ao lado dos meus filhos integralmente e ainda ter uma renda para cria-los.

E de onde tirei essa segurança toda...
Autoconhecimento. 
Me reencontrar comigo mesma e me conhecer profundamente está sendo a chave que tem me colocado em movimento e tirando toda culpa materna das minhas costas!

Hoje quero convidar vocês para um workshop que tem tudo a ver com esse assunto.
Renascendo após a maternidade idealizado pelo Bianca Amorim, minha conterrânea.
Ela é psicóloga e coach de mães e está com esse projeto com conteúdo super bacana.

Se você está ai pensando como reencontrar seu "eu" depois da maternidade, se deseja saber a chave para equilibrar maternidade e vida social, com serenidade e sabedoria, se sente saudades da vida que levava antes dos filhos, mas sente-se culpada só de pensar nisso.
VOCÊ PRECISA ASSISTIR!!!

Clique Aqui para assistir o workshop sobre culpa materna.

Eu já assisti e super recomendo!
Espero vocês lá.

Me diz aqui nos comentários como foi ou está sendo esse jornada materna pra você ;)

Abraço carinhoso,

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...